16
maio

Benefício da meia-entrada para doadores regulares de sangue

Com intuito de incentivar a ação humanitária, a PSL 1322/2019 pretende garantir meia-entrada a quem doar sangue 3 vezes ao ano. Nessa semana, o benefício foi aprovado pela Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE).

A proposta é do senador Fabiano Contarato (Rede – ES), que acredita que o Poder Público pode tomar esse tipo de medida para incentivar a população.

Já que dados do Ministério da Saúde de 2016 mostram que apenas 1,6% da população brasileira doa sangue. Assim, com um benefício disponível, esse dado tende a aumentar, em prol da ajuda humana.

Os estados do Espírito Santo, Santa Catarina e Paraná já aderiram essa prática. Outras cidades utilizam a doação como critério para isenção de taxa para concursos públicos.

A relatora do caso, senadora Leila Barros (PSB – DF), é de acordo com o programa apresentado, pela ajuda a área da saúde. Ela explica que o benefício da meia-entrada será dado aos doadores regulares que comprovem, por meio de identidade e carteira de doador, 3 doações no período de 12 meses.

Após análise da CE, o projeto segue para análise da Comissão de Assuntos Sociais (CAS).