28
fev

Lixo na rua é motivo de multa

Popularmente conhecida como Cidade Maravilhosa, o Rio de Janeiro não vive apenas de coisas boas e bonitas.

O número de lixo por morador, na capital, é bastante elevado. Com isso, a Prefeitura do Rio criou o programa ‘Lixo Zero’.

O projeto é realizado pela Comlurb, em parceria com a Guarda Municipal. Prevê multas para quem sujar a cidade.

O objetivo é efetivar a Lei de Limpeza Urbana, para conscientizar a população a não sujar as ruas.

A fiscalização é feita por guardas municipais e agentes da limpeza urbana. Esses são responsáveis por emitir Auto de Constatação, a multa. Para isso, o guarda utilizará um smartphone e uma impressora portátil.

Os valores podem variar de R$170 a R$3.400, dependendo da infração.

Se o lixo tiver o tamanho da lata de refrigerante, R$170,00. Até 1m³ é R$425,00, acima disso, R$1.062,00. Já uma grande quantidade de entulho, descartado de forma irregular, resulta na cobrança de R$3.400,00.

O lixo do consumidor é danoso ao meio ambiente, podendo causar enchentes e entupir bueiros. O Rio de Janeiro até entrou em estágio de crise esse ano, fator causado pelas ruas cheias de lixo com fortes temporais.

Em épocas comemorativas, o número de lixo nas ruas cresce. No último réveillon foram recolhidas 757 toneladas de resíduos em toda cidade.

Uma tropa de 1.182 garis e 113 fiscais trabalharam para recolher as 385 toneladas de lixo em Copacabana, principal festa da virada.

Portanto, para quem vai brincar em blocos no carnaval, lembre-se de procurar a lixeira, ou guardar seu resíduo para despejar depois.

Jogar lixo na rua gera multa.

Dr. Victor Simões

OAB/RJ 218.359